Política News TV

terça-feira, 10 de abril de 2012

Pelé ignora Maradona e ironiza Messi http://youtu.be/11ygn5G_YDs @Reinaldo_Cruz @Dribles_ @Cnn_br

Pelé ignora Maradona e ironiza Messi 


Pelé com Lula em 2008
Pelé voltou a ironizar o argentino Lionel Messi nesta segunda-feira. Quando questionado se vestiria a camisa de Maradona para ajudar a acabar com a rivalidade no futebol mundial, o ex-camisa 10 ignorou o uniforme da Argentina, dado por um repórter do programa CQC, e ainda alfinetou o atual craque do Barcelona: "antes de ser melhor que eu, tem que ser melhor que o Neymar".
"Isso de que o Maradona é meu rival são vocês que estão dizendo. Quando comecei a jogar falavam do Di Stéfano, que rivalizava comigo como melhor do mundo. Era um ótimo jogador. Aí depois veio o Maradona, disseram que ele é melhor que o Pelé. Agora falam do Messi. Só que primeiro ele tem que ser melhor que o Neymar", ironizou o ex-jogador da Seleção Brasileira.
Sobre a rivalidade nos estádios, que causou morte de torcedor após o clássico entre Corinthians e Palmeiras nos últimos dias, Pelé pediu cadeia: "eu e Suplicy fizemos até cadeia nas arquibancadas dos estádios para proteger o torcedor, mas quando saí do Ministério, acabaram com isso. Com a internet, eles organizam brigas fora do Estádio, nas ruas, avenidas e metrô, então isso é um caso de polícia. Essa tomada de proibir as organizadas acho que foi assim que terminaram com os hooligans", acrescentou.
Neymar e Messi se enfrentaram no final do ano passado, em confronto válido pela decisão do Mundial de Clubes do Japão. O argentino levou a melhor e protagonizou o massacre do Barcelona em cima do Santos: 4 a 0, no que foi a maior derrota de um time brasileiro em uma final de torneio intercontinental.















Túlio Maravilha esta desempregado


Fonte: UOL



Túlio Maravilha em busca do gol 1.000
Túlio Maravilha, mais uma vez, está desempregado. O folclórico artilheiro anunciou, pelo Twitter, que deixou o CSE-AL, clube que defendia desde janeiro. Mas ainda não será desta vez que ele voltará ao Botafogo. Afinal, em suas contas, faltam 15 gols para chegar ao milésimo, e o Glorioso tem planos de contratá-lo apenas quando restar sete para cravar a marca.


“Meu contrato pelo clube venceu dia 09 de abril. E faltam 8 gols para eu voltar para o Botafogo e fazer os 7 gols”, postou o artilheiro, que aproveitou para “pedir” emprego.


“Então sendo assim o clube que tiver interesse em fazer parte desta campanha pelo milésimo gol estou de portas abertas”, completou.


Pelo clube alagoano, Túlio marcou dez gols, sendo três pelo Estadual e sete em amistosos, e chegou aos 985 na carreira, segundo as contas do artilheiro.


O presidente Maurício Assumpção prometeu a Túlio Maravilha que o Botafogo estaria de portas abertas para que o atacante marcasse seu milésimo gol na carreira com a camisa alvinegra, no Engenhão. O trato está de pé e o clube carioca já aguarda o retorno do jogador de 42 anos quando faltarem exatos sete tentos para atingir a marca - atualmente restam 15.


O herói do título brasileiro de 1995, no entanto, assegurou que esses oitos gols que o separam de sua volta à General Severiano têm data de validade: 15 de abril. A ideia da diretoria é que o veterano atue com a equipe sub-23 em excursões pelo Brasil até ficar a um tento do feito histórico.













Parecer de Gurgel é o "divisor de águas" para o PSD de Kassab 













Gilberto Kassab do PSD/SP
Em comunicado à imprensa, o PSD considerou um "divisor de águas" o parecer do procurador-geral eleitoral Roberto Gurgel, que, nesta segunda-feira, em manifesto enviado ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), se mostrou contrário à concessão de direitos eleitorais para a sigla - fundada pelo prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, a partir de uma dissidência do DEM -, como o recebimento do do Fundo Partidário e tempo de propaganda na televisão proporcionais à sua atual bancada, com vistas às próximas eleições.


Em texto assinado pelo advogado do partido, Admar Gonzaga, a coligação disse "respeitosamente discordar" da decisão, mas aprovou o reconhecimento da fidelidade partidária como princípio constitucional.


O parecer de Gurgel, chefe do Ministério Público, foi dirigido ao ministro Marcelo Ribeiro, do TSE, relator de petição em que o PSD requer "acesso proporcional aos recursos do Fundo Partidário, considerada sua representação na Câmara dos Deputados, formada por 52 parlamentares, os quais obtiveram 4.670.295 votos nominais no pleito de 2010". O partido também conta com dois governadores, dois senadores, 109 deputados estaduais, 559 prefeitos, 5.957 vereadores e 149.586 filiados, segundo contabiliza a própria legenda.


O procurador rebateu a tese do partido ao defender que "os parlamentares da nova sigla foram eleitos por outras legendas partidárias, e somente não perderam seus mandatos por força da Resolução 22.610/07 (do TSE) , que considera como justa causa para a desfiliação a criação de novo partido político".


Fonte: Jornal do Brasil


Brasileirão terá radinho e árbitro atrás do gol 




José Maria Marin da CBF
José Maria Marin, presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), anunciou nesta segunda-feira que a entidade vai fazer uso de rádios para a arbitragem, conforme usado no Campeonato Carioca.
Marin falou também que aguarda a confirmação da Fifa, para o pedido da utilização de juízes auxiliares atrás dos gols. A medida também é comum no Estadual do Rio.
"Sabemos perfeitamente bem que o grande fator de tranquilidade e credibilidade para o futebol brasileiro se resume à questão de arbitragem. Sempre foi um problema muito grande, desde que eu conheço o futebol", disse o dirigente.
Ele também disse que, apesar de confiar no trabalho de Sérgio Corrêa, presidente da Comissão de Arbitragem, vai instituir uma ouvidoria e uma ouvidoria. Os nomes ainda não foram divulgados.


Fonte: Lance!











Fazer Busca...

Luiz Inácio Lula da Silva 35.º presidente do Brasil Mandato 1º de janeiro de 2003 até 1º de janeiro de 2011 Vice-presidente José Alencar Precedido por Fernando Henrique Cardoso Sucedido por Dilma Rousseff Deputado federal por São Paulo Mandato 15 de março de 1987 até 15 de março de 1989 Nascido em 27 de outubro de 1945 (65 anos) Caetés, Pernambuco Nome de nascimento Luiz Inácio da Silva Nacionalidade Brasileiro Prêmio(s) Félix Houphouët-Boigny da Paz Partido político Partido dos Trabalhadores Cônjuge Maria de Lurdes (1969–1971) Marisa Letícia (1974-presente) Filhos Marcos Cláudio Lurian Lula da Silva Fábio Luís Sandro Luís Luís Claúdio Residência São Bernardo do Campo, SP Profissão Político, ex-metalúrgico e ex-sindicalista Religião Católico romano Website Presidência da República Federativa do Brasil fonte:wikipédia

Arquivo do blog

Seguidores